R$36,90

3x de R$12,30 sem juros
Ver meios de pagamento
Descrição

Sabe-se que o Cranberry é conchecido pelo seu sabor ácido, entretanto o Cranberry Catarinense foi desenvolvido para oferecer uma bebida de sabor frutas vermelhas agradável ao paladar. O Cranberry Catarinense é um produto de preparo instantâneo, sem adição de açúcares e ainda com baixo teor de calorias.O Vaccinium macrocarpon, cujos frutos são popularmente conhecidos como cranberry, possui uma quantidade de PAC’s do tipo A elevada em relação à outras frutas, como: Ameixa, Amora, Blueberry, Framboesa, Maçã, Morango e Uva. A proantocianidina A possui uma potência antioxidante 20 vezes maior que a vitamina C e 50 vezes mais potente que a vitamina E.

 

 

Ingredientes

Amido modificado, cranberry em pó, acidulante ácido cítrico (INS 330), aroma idêntico ao natural de frutas vermelhas, espessante goma xantana (INS 415) e edulcorante artificial sucralose (INS 955). NÃO CONTÉM GLÚTEN

 

Quantidade

30 sachês com 6g cada

 

Recomendações de Uso

Dissolver o conteúdo do sachê de 6 g em 200 mL de água filtrada ou fervida e mexer até a completa dissolução. Recomenda-se consumir 1 sachê ao dia

 

Finalidade do Uso

Sabe-se que o fruto Cranberry é conhecido pelo seu sabor ácido, entretanto o Cranberry Catarinense foi desenvolvido para oferecer uma bebida de sabor frutas vermelhas agradável ao paladar. O Cranberry Catarinense é um produto de preparo instantâneo, sem adição de açúcares e ainda com baixo teor de calorias.

Cranberry (Vaccinium macrocarpon) é um fruto vermelho abundante na costa leste dos Estados Unidos da América, usado com fins alimentícios desde o século XVII e objeto de estudo, desde há várias décadas. ¹

A história do Cranberry inicia-se basicamente com os índios nativos norte-americanos utilizando-o na dieta devido aos seus efeitos benéficos para a saúde. ² Em 1961, peregrinos introduziram esse fruto no dia de ação de graças, passando a fazer parte da ceia junto com carne de peru e lagostas. 

O Vaccinium macrocarpon é um arbusto perene da família Ericaceae e do gênero Vaccinium, de folhas pequenas e flores de cor rosa escura. Seu fruto é uma baga inicialmente de cor branca, mas que se torna vermelho-escuro quando completamente maduro, sendo comestível, de sabor adocicado e levemente ácido. O suco de seus frutos é amplamente consumido, possuindo as antocianidinas como classe majoritária. 

Este fruto é composto por água, ácidos orgânicos, glicose, vitamina C, frutose e um tipo específico de flavonoides, as proantocianidinas (PAC’s), um subtipo de taninos.¹ As PAC’s possuem uma ligação do tipo A interflavonóide, portanto, são chamadas de proantocianidinas do tipo A e representam cerca de 94,5% das PAC’s presentes no fruto. 

O Vaccinium macrocarpon, cujos frutos são popularmente conhecidos como cranberry, possui uma quantidade de PAC’s do tipo A elevada em relação à outras frutas, como: Ameixa, Amora, Blueberry, Framboesa, Maçã, Morango e Uva. A proantocianidina A possui uma potência antioxidante 20 vezes maior que a vitamina C e 50 vezes mais potente que a vitamina E.